Sobre o sistema digestivo

Normalmente, o alimento que comemos passa da boca, pelo esôfago e para o estômago, onde é misturado pelas contrações do estômago e digerido pelo ácido e enzimas estomacais.

Figura 1: O sistema digestivo

O alimento digerido é, então, liberado do estômago para o intestino delgado onde outro grupo de enzimas o digere ainda mais.  Em seguida, o alimento é misturado mais ainda pela ação das contrações da parede muscular do intestino. Isso quebra o alimento para que os nutrientes possam ser absorvidos pela superfície do intestino delgado e distribuídos para o restante do organismo pela corrente sanguínea. A maior parte da absorção das vitaminas e minerais ocorre em partes do intestino delgado conhecidas como jejuno e íleo.

Em seguida, o alimento passa para o intestino grosso (cólon) onde a maior parte da água do alimento é absorvida de volta para o organismo. Ele forma as fezes, que ficam armazenadas até que estejam prontas. As fezes saem do organismo pelo ânus.

Se o intestino delgado se tornar inflamado - como ocorre na doença de Crohn - o intestino se torna menos capaz de digerir e absorver totalmente os nutrientes.  É por isso que as pessoas com doença de Crohn podem ficar malnutridas.

O alimento que não é devidamente digerido pode também interferir com a absorção da água no intestino grosso (cólon), levando à diarreia. Na retocolite ulcerativa, o cólon inflamado não absorve água apropriadamente, levando a diarreia grave. Apenas casos muito graves de retocolite ulcerativa afetam a absorção de alimento.

Feedback