Complicações

Complicações da DII podem ocorrer principalmente quando a doença está ativa e pode resultar em problemas dentro (locais) e fora do sistema digestivo (sistêmico).

Dentro do intestino (local)

Perfuração (furo no intestino)

Em inflamação grave, a parede do intestino pode ficar tão fina que se abre. Se isso acontecer, o conteúdo de seu intestino pode vazar para a área adjacente, levando a uma infecção chamada peritonite. Isso é possivelmente fatal e exige cuidado médico especializado.

Estreitamento (apenas na doença de Crohn)

Esta é a complicação mais comum da doença de Crohn. Se houver inflamação prolongada, pode haver formação de cicatriz na área. Isso pode estreitar os intestinos, levando ao que é conhecido como estreitamento. Estreitamentos podem resultar em conteúdo do intestino sendo sugado como um plugue (íleo).

Abscessos (apenas na doença de Crohn)

Abscessos (erupções) são bolsas de pus que se desenvolvem como resultado de uma infecção bacteriana. Um abscesso é vermelho, dolorido e quente, e frequentemente ocorre próximo ao ânus (a abertura do reto), mas também dentro do intestino. Este é tratado ao se esvaziar o abscesso cirurgicamente.

Fístulas (apenas na doença de Crohn)

Pode afetar cerca de 30% das pessoas com doença de Crohn. Feridas ou úlceras profundas dentro do intestino podem se transformar em tratos, chamados fístulas. Estas podem passar para outras partes do intestino (mais frequentemente próximo ao ânus) ou, menos comumente, para os tecidos ao redor da bexiga, da vagina ou para a pele. Estes podem infeccionar e causar desconforto.

Fissuras (rasgos)

Pequenas rachaduras ou rasgos dolorosos na pele ao redor do ânus. Eles podem causar sangramento e movimentos intestinais bastante dolorosos. Podem resultar na formação de fístula. Estes ocorrem mais frequentemente na doença de Crohn e podem causar dor e sangramento retal leve a grave, principalmente durante movimentos intestinais.

Retocolite fulminante

Uma condição rara na qual o cólon se torna dilatado e inchado e uma condição chamada íleo pode se desenvolver. As contrações normais da parede do intestino param temporariamente e a área do estômago pode ficar distendida ou inchada. Conforme a condição progride, o cólon perde o tônus muscular e começa a expandir e os gases ficam presos.

Megacólon tóxico

Esta é a complicação mais grave (e possivelmente fatal) da DII. O cólon perde sua capacidade de contrair adequadamente e passar gás. A área do estômago pode ficar gravemente inchada ou distendida. Há febre alta e dor e dor ao toque na área do estômago / abdômen. Atenção médica imediata é fundamental.

Crescimento excessivo de bactérias no intestino delgado (SIBO)

Quantidades excessivas de bactérias podem se desenvolver no intestino delgado levando à formação de gases, dor abdominal, inchaço e diarreia.

Outras partes do corpo (sistêmico)

Anemia (ausência de ferro)

A perda de sangue nas fezes pode resultar em anemia. A inflamação também pode inibir a capacidade de células da medula óssea produzirem glóbulos vermelhos, o que também pode resultar em anemia. Isso pode levar à fadiga e sensação de desânimo.

Artrite

Inflamação nas articulações com inchaço, vermelhidão e dor ao toque em uma ou mais articulações, mais frequentemente nas articulações grandes. Esta é observada quando a doença está ativa.

Artralgias

Dor nas articulações sem inchaço, mais frequentemente nas articulações pequenas das mãos e pés. Esta é observada frequentemente em pessoas com DII. Essas artralgias podem ocorrer em qualquer estágio da condição.

Câncer

Há um pequeno risco aumentado de câncer do intestino, principalmente em pacientes com retocolite ulcerativa. Alguns estudos médicos sugerem que o ácido 5 aminossalicílico (5-ASA) pode exercer um efeito protetor, mas isso ainda não foi confirmado.

Erupção cutânea

Eritema nodoso é um tipo de erupção cutânea que é formada por nódulos grandes (0,5 a 2 cm), azuis-avermelhados e dolorosos. Estes são especialmente comuns na canela e no antebraço.

Uveíte (inflamação da íris)

Uveíte é uma inflamação dos músculos internos do olho. Os sintomas incluem dor nos olhos (principalmente sob luz forte), visão turva, dor de cabeça e vermelhidão na parte branca dos olhos. Deve ser tratada imediatamente.

Efeitos no fígado

Bastante raros. A inflamação pode resultar em estreitamento do duto biliar no fígado. Resulta em coceira na pele e cansaço. É geralmente detectada por meio de exames de sangue.

Má-absorção e subnutrição (principalmente na doença de Crohn)

A doença de Crohn geralmente afeta o intestino delgado, que é a parte do trato gastrintestinal responsável por absorver nutrientes. Má-absorção e subnutrição (de proteínas, vitaminas e gorduras) podem se desenvolver em casos raros.

Feedback