Viagens

Se tiver retocolite ulcerativa ou doença de Crohn, você pode se preocupar com como viajar com a doença. Você pode se preocupar em estar em um carro ou avião por um longo período ou em ir para um lugar estranho com alimentos estranhos.

Quando se está em remissão, viajar não é um problema com a doença inflamatória intestinal (DII). Porém, se estiver passando por uma crise, há algumas coisas que precisam ser planejadas, quer esteja entrando em um ônibus municipal ou viajando para o outro lado do mundo.

Apesar de ter doença inflamatória intestinal, ainda há muitas coisas que você pode fazer para ajudar em seus planos de viagem.

Planejando com antecedência

Medicação

  • Leve medicação suficiente para durar toda a viagem. Comprar um remédio vendido sob receita fora do país pode ser complicado.
  • Se sua medicação precisar ficar refrigerada, armazene-a em uma bolsa térmica pequena que você pode comprar na farmácia antes de ir.
  • É uma boa ideia levar uma cópia de sua receita (incluindo nomes genéricos - pois os nomes comerciais podem diferir de um país para outro) caso precise de mais.
  • Guarde a medicação em sua embalagem original para que seja fácil de identificar.
  • Leve alguns medicamentos de venda livre como antidiarreicos, antiespasmódicos, sachês para reidratação e analgésicos. Converse com seu especialista em DII antes de comprar ou tomar essas medicações.
  • Utilize caixas para remédios para levar quantidades pequenas durante o dia, para que sempre tenha sua medicação com você.
  • Se for viajar de avião, armazene sua medicação em sua bagagem de mão, caso suas malas se percam. Com as restrições atuais às bagagens de mão, você precisará mostrar uma carta de seu especialista em DII declarando sua necessidade médica. É melhor verificar junto à companhia aérea ao comprar as passagens e perguntar sobre as regras para se levar medicação na bagagem de mão.

De seu médico

  • Obtenha uma carta de seu médico com seu histórico médico e os medicamentos que está tomando. Isso ajudará caso seja questionado(a) por agentes alfandegários ou em caso de emergência. Isso também pode ser útil para mostrar a um médico lá fora, se você precisar de um. Também pode valer a pena ter essas informações traduzidas para o idioma do país a que se destina.
  • Peça a seu médico um plano de ação por escrito caso sua condição piore enquanto estiver viajando
  • Leve o telefone do seu médico e o cartão do convênio em sua carteira.

Transporte e locomoção

  • Descubra com antecedência se os ônibus e trens que utilizará têm banheiro. Ao fazer reservas de passagens, solicite um assento no corredor próximo ao banheiro.
  • Avise a companhia aérea sobre sua dieta especial ou leve um lanche feito por você.
  • Leve itens para o lanche e alimentos simples que possa comer caso a comida local não lhe faça bem.
  • Consulte a internet para saber se há informações ou dicas de outras pessoas com DII sobre o local que possam te ajudar.

Verificações de segurança

Com a segurança cada vez maior nos aviões, navios e mesmo em estações de trem, você pode ser questionado se sua medicação irá embarcar com você ou não. Você deve estar preparado(a) para mostrar sua caixa de remédios e todas as medicações e dispositivos médicos.

Caso seja revistado(a) sua bolsa de estoma e proteção sanitária poderão ser sentidas. Uma carta de seu médico explicando sua condição e medicação e quaisquer dispositivos que você possa precisar ajudarão a explicar sua situação.

Esteja ciente de seu direito de solicitar que uma pessoa qualificada esteja disponível em caso de necessidade.

Há lugares aos quais não devo ir?

Se estiver planejando viajar para países em desenvolvimento, consultar um especialista médico em viagens pode ser importante. Em seguida, converse com seu especialista em DII antes de tomar a decisão final sobre visitar esses locais ou não.

Com quais problemas cotidianos eu devo me preocupar quando estiver viajando?

Sofrer uma crise de sua retocolite ulcerativa e doença de Crohn não significa que você não possa sair do hotel, mas vai ajudar se você planejar com antecedência.

Descubra onde estão localizados os banheiros públicos. Você pode usar a internet para lhe ajudar e se tiver um smart phone, alguns podem estar disponíveis como app (aplicativo).

Em alguns países você pode obter um cartão "Não Posso Esperar" que lhe dá acesso a banheiros públicos e de deficientes sem ter que esperar na fila.

Leve papel higiênico extra ou roupas para trocar em caso de acidente.

Vacinas

Assim como com qualquer plano de viagem, certifique-se de que tomou as vacinas relevantes e a medicação contra malária.

Sempre converse com seu médico com antecedência (4-6 semanas antes da viagem). Se decidir utilizar uma clínica de viagem independente, avise o médico a respeito de sua condição.  Se estiver sendo tratado(a) para DII, você também pode precisar de vacina contra as seguintes doenças, dependendo do seu destino:

  • Febre amarela
  • Hepatite A
  • Hepatite B
  • Cólera
  • Raiva
  • Encefalite meningocócica
  • Encefalite japonesa
  • Tuberculose

Se estiver fazendo uso de corticoides, imunomoduladores ou terapias biológicas para retocolite ulcerativa ou doença de Crohn, você deve evitar algumas vacinas (contra febre amarela, cólera e tuberculose), pois esses medicamentos podem afetar a capacidade de reação às vacinas. Sempre consulte seu médico para saber quais vacinas são adequadas para você.

Se for fazer uma viagem longa - converse com seu médico ou especialista sobre se você precisará de uma injeção para evitar trombose venosa profunda (TVP).

Cuidado com o que come

Sempre preste atenção e tenha cuidado com o que come. Seja duplamente cuidadoso(a) com água e sempre utilize água engarrafada (até mesmo para escovar os dentes) e tenha cuidado para não beber água por acidente durante o banho. Evite sushi, legumes crus (incluindo saladas), sorvetes e picolés. Lembre-se de pedir bebida sem pedra de gelo, salvo se o gelo for preparado com água engarrafada.

Legumes cozidos e carne vermelha de locais limpos e de boa reputação não devem trazer problemas, mas evite comidas de estrada e de rua. Sempre descasque as frutas antes de comer.

Seguro viagem

Antes de viajar, certifique-se de que sua apólice de viagem é adequada e cobrirá seus problemas relacionados à DII. Infelizmente, muitas apólices de seguro excluem a cobertura de doenças preexistentes e provavelmente recusarão reivindicações. Certifique-se de que sua apólice oferece cobertura total. Você também deve confirmar que não está viajando contra as recomendações de seu médico.

Feedback